Archives

Faz isto na tua marca

Letras para o Natal

No Natal tudo acontece e cada vez mais os presentes feitos e os pormenores para decorar são personalizados e “homemade”.  Por isso para fazermos coisas ainda mais bonitas e originais, aqui fica uma coleção de tipos de letra para usarem nos vossos postais, etiquetas, e por aí fora.
Não se esqueçam de partilhar 🙂

1. DK Clair De Lune  2. Mountains of Christmas  3. Barkants White  4. Austie Bost Versailles  5. DK Father Frost  6. KG Hard Candy Striped  7. madame klara  8. Matilde Sketch  9. Pink Ladies and Peanutbutte  10. Stars From Our Eyes

Filipa Simões de Freitas
www.lancecollective.com

Sem comentários
Gosto disto

Hoje foi dia de meter a colher.

As horas de almoço são sempre a pausa que temos de fazer, mesmo quando estamos cheios de trabalho e dizemos que não temos tempo. Há sempre tempo para almoçar, tem de ser.
Chega a hora de almoço e pensamos, sair para almoçar, pedir a refeição, pagar, voltar para o trabalho, se calhar com isto tudo já passou 1 hora. E lá vamos nós almoçar o prato do dia, com o sumo do dia, com a sobremesa e nem pensamos bem no que realmente estamos a comer.
Isto é novidade só para Lisboa, mas agora já não há drama na hora de almoço. Ontem encomendei a minha primeira refeição na Spoonful para entregar aqui no Cowork. No dia antes, à noite, lembrei-me que não tinha nada para almoçar no trabalho e a verdade é que tinha pouca vontade de fazer o que fosse para levar. Fui ao site e das duas opções que têm pedi para entregar aquela que mais gostava (5.90€ já com entrega em mão no meu local de trabalho parece-me muito bem).
A refeição chegou bem antes da hora de almoço e tal foi a rapidez que até almoçámos mais cedo, em vez de adiarmos a hora de almoço pela tarde dentro.

A rapidez, a facilidade e a premissa que estamos a comer algo mais saudável vai fazer com que eu faça mais encomendas. Assim, a “marmita do almoço” vem até nós e é bem variada.
E não é por ser uma marca cujo logotipo me passou pelas mãos que aqui falo. É mesmo porque ainda a Spoonful era uma ideia em papel e já eu aguardava que me viesse facilitar as horas de almoço.
#eatsmart

Filipa Simões de Freitas
www.lancecollective.com

Sem comentários
Vida de Freelancer

Mão aos trabalho, ou melhor Get to Work!

Uma das questões que muitos me perguntam é como é que eu me organizo com trabalhos, formações, reuniões e por aí fora. A verdade é que primeiro queixo-me 🙂 Ah! Tenho isto, mais isto, mais isto, preciso de mais tempo, o dia devia de ter mais horas, agora não posso atender… basicamente é esta minha conversa inicial. Mas muitas vezes enquanto faço esta “reza” já tenho uma caneta na mão e estou a escrever as minhas listas de afazeres. Até me considero uma pessoa organizada mas para mim tem de ser tudo escrito porque a cabeça já não tem tanto espaço como o meu disco de backups.

Timings
Nem nós nem o cliente gosta de histórias sem fim por isso estabelecer timings é a primeira coisa a fazer. Nós ficamos a saber até quando temos de dar resposta e o cliente fica descansado com uma data dando-nos liberdade para trabalhar até à data com que nos comprometemos [e isto é muito bom]. Estes timings vão para a minha agenda, agenda que uso no próprio computador que sincroniza com tudo o que é device.

Listas
Um viva às listas – não vivo sem listas. Faço listas diárias com as tarefas que tenho para cada dia, os trabalhos que tenho para fazer e até os emails que tenho para responder. Isto porque não há nada melhor do que o sentimento de dever cumprido e irmos reduzindo a nossa lista de tarefas.
Por isso a minha organização é feita dia-a-dia. O que não é feito hoje, passa para o seguinte.

Organizar, planear e escrever é o lema, no entanto até para estas tarefas tenho de ter a caneta ideal e o caderno perfeito. Talvez seja um defeito [ou qualidade] de designer, mas as canetas são escolhidas a dedo e os cadernos e agendas são mais que muitos. Nesta odisseia de melhor planear os meus dias descobri o “Get to Work Book” da Elise, podem ver aqui a entrevista que fizemos sobre este livro à Elise.

Get to Work Book
É um caderno grande, não se iludam pelo formato A5 pois tem uma lombada de mais ou menos 2,5cm e argolas de metal que facilitam o uso. A capa em kraft tem uma bonita impressão em letterpress que lhe dá um toque muito especial.
O livro tem separadores por meses, no final de cada mês temos uma mensagem motivacional em jeito de cartaz tipográfico que pode ser destacado para fazer um bonito quadro. É importante dizer que o livro começa com o mês de Julho e vai até Junho de 2016.

A organização por mês é feita da seguinte maneira:
1º – temos 2 páginas lisas para apontamentos
2º – um calendário mensal para termos o panorama geral do mês
3º – calendário semanal, divido por dias onde aqui podemos então ter as tarefas dia a dia. Assim como espaço para escrevermos ainda os objectivos da semana.

Com este livro podemos dar asas à imaginação e torná-lo numa obra de arte pois a maneira como o vamos usar depende agora da nossa criatividade. Para nos inspiramos é só dar uma vista de olhos à hashtag #gettoworkbook e ver como além de ser um bom planing este livro é totalmente personalizado à nossa imagem.

https://instagram.com/stitcherie                       https://instagram.com/amytangerine/              https://instagram.com/thecorthouse/

texto: Filipa Simões de Freitas

4 Comentários
A Tribo também escreve Redes Sociais. Para que vos quero. Travel

Enjoy it . um blog de referência e dicas para San Diego.






Vamos às apresentações, o blog enjoy it, é um dos blogs americanos que costumo seguir, mais até pelo instagram. No geral este blog fala de tudo um pouco, é escrito pela Elise desde 2005. Os vários temas que aborda no blog são um compilar de situações e dicas que dão imenso jeito, seja para a casa, para o trabalho, para pequeno negócios, fotografia, família e por aí fora.

É interessante como este blog consegue captar a atenção dos leitores, além da escrita, os temas aqui abordados são interessantes e úteis e aprendemos sempre mais alguma coisa. O uso da fotografia também é de salientar pois existe um cuidado muito grande com a boa apresentação de cada artigo no blog. Este blog é por si só uma boa referência a seguir.

A Elise lançou em Maio um livro mas não é um livro qualquer é o Get to Work Book. Uma agenda em forma de planing para ajudar exactamente a gerir melhor o nosso negócio, as nossas tarefas, o nosso dia-a-dia. O Get to Work Book tem-se espalhado por todo o mundo e as encomendas não param.

Eu já tenho o meu, já ando em fase de testes para me organizar melhor e estou a preparar um review do livro para verem em pormenor como está feito.


Deixo aqui uma pequena entrevista que fiz à Elise e que tão prontamente respondeu com muita simpatia.


1. How did you get the idea for creating the book?
I was thinking about writing a goal setting book, but realised I would rather create something that helped people actually set goals vs. just talk about setting goals.


2. Since the concept idea till the final, who much time did it take?
I had the idea in late August 2014 and began shipping the books on May 18, 2015. So about 9 months!

3. Is the “Get to work book” spreading love all over the globe? Which was the most unexpected country that order the book?
I hope so!! Nothing crazy unexpected but I’ve shipped to 27 countries so far.

4. What is the social network that you use more? Is Instagram a good tool of advertising to you?
I use Instagram the most for sure. I really enjoy it both as an outlet and as a way to find new people and be inspired. It’s the primary marketing tool for GET TO WORK BOOK for sure.

5. Whats is the most comum theme that your followers read or search in your blog?
great question! I think people come for various reasons. Some want recipes. Some want crafts. Some want home decor. Some want small business or goal setting. Some want to hear about my family life and daughter. I post about so many varied things and the only link is that I love them all.

6. San Diego – what not to miss?
we have such great restaurants and are actually known for our breweries! Here’s a link to a small list of our favorite spots.

3 Comentários
A Tribo também escreve Faz isto na tua marca

2016 já chegou. Está na altura de preparar as nossas marcas para o próximo ano.

É verdade, 2016 já está aí e está na altura de começar a olhar para o calendário [literalmente].
Fazer um calendário é ainda uma boa prática de comunicação, um material bonito e útil que podemos oferecer aos nossos clientes ou até vender como um produto da nossa marca. Mas a verdade é que só nos lembramos disto no final do ano.
Se estão a pensar fazer um calendário para 2016 já deviam de estar a faze-lo e não apenas a pensar. Esta é a altura do ano em que se começam a desenhar os calendários para o próximo ano e para entrarem em produção antes mesmo das férias de verão.

A prestigiada marca Rifle Paper Co. já tem agendas para 2016 para venda e planners para “preorder“. É assim que se faz negócio 🙂

No ano passado chegou até mim um calendário da Simplesmente Branco e não podia ser outra coisa senão uma peça bem bonita que mereceu todo o destaque no atelier da Lance. É um A3 com todos os meses de 2015, uma visão rápida do ano que está na parede do cowork e acessível a todos. Bonito, bem feito e que foi uma surpresa para lá de boa. É este o efeito de surpreender e de mimar os nossos clientes.

Porquê fazer calendários?
1. Uma peça bonita e bem feita surpreende sempre quem a recebe.
2. Calendários vão sempre existir pois existe essa necessidade – há que aproveitá-la.
3. Planear com tempo permite criar uma peça original e bem conseguida.
4. Surpreender e ser o primeiro “ainda” é um factor diferenciador.
5. Mimar os clientes vale mais do que qualquer publicidade.

       Rúbrica de:

Sem comentários
A Tribo também escreve

National Stationary Show

Este é daqueles eventos que eu dava tudo para conseguir ir [todos os anos]. O National Stationary Show é uma feira de art & crafts e de tudo o que é papel bonito. Aqui podemos encontrar todas as novidades e coisas bonitas que se fazem hoje com papel, cartões, convites, ilustração e por aí fora e onde podemos também, ter a sorte de nos cruzarmos com algumas artistas como é o caso da Emily McDowell com quem eu já tive o prazer de trocar umas palavras.
O melhor mesmo para seguirmos esta feira é mesmo seguir a hashtag #nss2015 no instagram.

Deixo aqui algumas contas de instagram de marcas presentes no NSS que têm tudo de perfeito.
Stationary Show
Sugar Paper LA
Emily McDowell
Minted
Iron Curtain Press

Sem comentários
A Tribo também escreve

Os instagrams a seguir até amanhã. E depois.

De 18 a 21 de Maio acontece algo que eu dava tudo para estar lá agora. É a National Stationary Show em New York. Já estão a ver o que é?
Uma feira de tudo o que é papel bonito, convites, postais, stands lindos de morrer. E de muita coisa feita em letterpress (já sabem que adoro). E sei que sou uma sortuda de já me ter cruzado com alguns pessoas de tamanho talento que estão nesta feira.
Por isso estes dias há uns quantos instagrams que têm de seguir:
National Stationary Show
Sugar Paper Los Angeles, estas meninas são uma inspiração de tanta coisa bonita que têm. A loja delas em LA é pequenina mesmo assim passei lá uma tarde.
Minted
The Iron Curtain Press
Emily McDowell
Betsy White Stationary

3 Comentários
A Tribo também escreve

eu e as canetas

Resmas de canetas, mas há umas poucas que não vivo sem elas. Sim, sou esquisita com canetas e para escrever uso sempre as mesmas. Nem tanto para desenhar porque já perdi um pouco esse hábito mas para escrever, escrever, escrever…
Descobri agora uma das minhas canetas de eleição mas que escreve e apaga. Sim, podemos escrever e depois é só friccionar no papel que apaga. Fenomenal para quem esta sempre a actualizar o calendário da parede e a alterar datas. Mas para escrever para mim tem de ser com uma caneta bem fina, o mais fino possível e não vivo sem as canetas da Muji de 0.38 [e sempre preta].
E com as canetas vêm sempre os cadernos. Uma coisa puxa a outra e dou por mim a ter cadernos novos ainda por estrear. Mas para mim é um dilema começar a escrever num caderno novo, nunca sei bem por onde começar 🙂 Tenho sempre um tema para cada caderno e acho que são sempre tão bonitos vazios que é uma responsabilidade muito grande começar a usa-los. Mas este, este tão bonito por ser tão simples já tem uma missão e não vou ser eu a escreve-la. Este vai ser o caderno dos cursos da bond, vai ser preenchido por vocês.

8 Comentários
A Tribo também escreve

Palavras

Às vezes parece que estou só à espera do trabalho certo para entrar em acção. A verdade é que assim que li o briefing tive uma ideia imediata (e isto não acontece sempre). Mas desta vez vi a luz.
Tudo correu bem, as cores, as formas, os emails que trocámos. Tudo. E adorei fazer este trabalho.
Aqui fala-se de traduções e que hoje em dia dá sempre jeito de termos um contacto destes por perto.
word for word . professional translations

Sem comentários

Instagram

  • Sítios bonitos que as amigas nos mostram. E outras nos guiam. 🥰👊🏻#lisbon #visitlisboa #portugal #hotelroom #visitportugal #newprojects #workhard
  • Vamos só ali molhar os pézinhos! Voltaram sem roupa 🤦🏻‍♀️ #vamosabanhos #costadacaparica #praiadasaude #portugal
  • Perfect match: coffee and a bunch of textures!! @shakespeareandcoparis #coffee #coffeeshop #coffeetable
  • Hello neighbors! Hello Paris!! 😍 #paris #wealwayshaveparis #traveltoparis
  • Estragam-me de mimos! 🥰 E ainda nem chegou o meu dia de anos!! Esta @abasestudio nunca esteve tão bonita! Bless you @adrianamoraisphotography Sempre a espalhar magia! 😘 💐 @saudadeflores #flowers
  • And than this happened... to good to be true! @holybellycafe 🤤 #doughnuts #paris #topparisresto #dessert

Follow Me!